Samuel

SAMUEL , menino de 8 anos, apesar da pobreza extrema de sua família, era muito brincalhão, adorava jogar bola, e um dia, como diz sua mãe, "sem mais nem menos", sentiu uma forte dor e parou de andar. Hoje, cadeirante, Samuel está em observação no Hospital Sarah para descobrir mais sobre sua enfermidade.